Povo solidário: Família da Prata consegue arrecadar dinheiro para pagar cirurgia no olho de menina

28 nov, 2018 Notícias

A família da pequena Eduarda , de 1 ano,  fez uma corrida contra contra o tempo, mas deu certo. A família da criança, divulgou que conseguiu arrecadar o dinheiro necessários para pagar a cirurgia particular dela após um acidente doméstico.  A meta foi alcançada nesta quarta-feira (28), mesmo dia em que a Eduarda será operada.

A família é da Cachoeira da Prata, município de Presidente Olegário e atualmente reside em Patos de Minas. Eduarda Pereira de Almeida é filha de Tainara Pereira Caetano e Leonardo Pinheiro de Almeida.

A cirurgia de emergência é na da tarde desta quarta-feira (28), em Uberlândia. A cirurgia de vitrectomia é necessária para que a pequena não tenha problema na visão do olho esquerdo. O procedimento cirúrgico é onde o vítreo é removida em um olho e substituído, geralmente com um gás ou líquido.

O custo da cirurgia é de R$ 18,5 e a família não tinha condições de pagar. Uma mobilização foi realizada por familiares e amigos através da redes sociais, portais de notícias e rádios de Presidente Olegário e Patos de Minas, a meta foi atingida pela população que doou o dinheiro.

Uma das coordenadoras e mobilizadoras da campanha e tia de Eduarda, Nelcimar Cristina, publicou em sua página no face que o dinheiro foi arrecadado.  “Todos que contribuíram de maneira direta ou indireta, que deixar meus agradecimentos, e em nome de toda a família, queremos anunciar que atingimos a meta e pagamos a cirurgia da Eduarda a vista. Ainda não foi possível fazermos o balanço de tudo, pois ela está em cirurgia agora em Uberlândia. Assim que chegarem em casa, farão o balanço das contribuições e estaremos divulgando em nossas redes sociais”, escreveu Nelcimar Cristina.

A mãe de Eduarda, Tainara Pereira de Almeida, reitera os agradecimentos da família a todos que participaram de alguma forma da mobilização.

“Muito obrigada a cada um, que pode doar um pouco, doar um valor mais alto, quem passou palavras de conforto e de esperança, falando para a gente que ia dar tudo certo. Isso só aconteceu com as orações e a contribuições de todo mundo”, afirmou Tainara.

A mãe Tainara pede que todos orem pela filha. “Agora é pedir a Deus e que todos orem para dar tudo certo na cirurgia’, disse a mãe Tainara ao Pohoje.

O acidente

Eduarda teve um acidente doméstico no 9 dia de novembro, na residência dos avós. Uma garrafa cheia de garapa azeda explodiu cortando o rosto da criança. Ela foi socorrida até o Hospital Regional Antônio Dias onde ficou internada por uma semana. O corte afetou a visão da garotinha que teve descolamento de retina.

 

 

Por Juarez Martins

As 7 Melhores

CURTA NOSSA FANPAGE

Programa Terceira Hora