No primeiro dia de trabalho como governador, Zema avisa que 13º não será pago ‘tão cedo’

02 jan, 2019 Notícias

Um dia após ser empossado governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) disse nesta quarta-feira, em entrevista ao Bom Dia Minas, da TV Globo, que o pagamento do 13º salário dos servidores do estado não tem data para ser quitado. “É um estado que está falido. E, com certeza, esse 13º não será pago tão cedo”, avisou.

Herança do governo Fernando Pimentel, a dívida do 13º é apenas um dos problemas que o governo Zema terá pela frente nos próximos quatro anos.

A previsão de déficit do estado para 2019 é de R$ 11,4 bilhões, além da dívida também milionária com repasses de saúde e educação para municípios.

Esforço

Nessa terça-feira (1º), em pronunciamento à imprensa na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Zema disse que vai abrir a caixa-preta das finanças e renegociar a dívida com o Governo Federal para colocar as contas em dia e atrair investimento, medidas que ele considera que vão contribuir para tirar o estado da crise e ajudarão a pagar o salário do funcionalismo sem atraso, fazer o repasse para as prefeituras, criar empregos e cuidar da educação, da segurança e da saúde.

 

Por Rádio Itatiaia, Foto: Omar Freire/Imprensa MG

As 7 Melhores

CURTA NOSSA FANPAGE

Programa Terceira Hora