Autoridades do Município de Presidente Olegário participaram de reunião na associação de Bananeira

12 mar, 2018 Notícias

Reunião foi para discutir dívidas da associação com o banco da terra, evento contou com a presença da equipe da secretaria especial da agricultura familiar e desenvolvimento agrário do Governo Federal .

 

Os moradores da localidade loteada da bananeira  terão uma nova oportunidade para regularizar a situação de seus lotes, tanto na questão de documentação quanto na questão financeira. No último sábado  o Presidente do sindicato dos trabalhadores Rurais  Roberto Barros juntamente com  o sub secretário de desenvolvimento rural  Marcelo Martins, o coordenador geral de acesso a terra Carlos Everardo, Prefeito João Carlos, Vereadores Maria Teodoro, Pedro Osvando visitaram a associação com a finalidade de  reunir os moradores desta área, a fim de discutir e apresentar uma solução para quitar as dívidas dos assentados e regularizar a documentação dos lotes.

O Presidente do Sindicato Roberto Barros disse que é muito importante essa quitação, que a dezesseis anos essas famílias estão lutando para se libertar da divida com o banco da terra e que agora poderão quitar com 85% de desconto, destacou ainda na reunião  que as famílias já estão organizadas e que poderão pagar ate julho desse ano, mas o prazo vai ate o final de dezembro , Barros  disse ainda que a importância para cada um  agora é a escritura da terra para participar das políticas publicas do governo, ressaltando a importância da presença da equipe da secretaria especial da agricultura familiar e desenvolvimento agrário do Governo Federal, O Presidente aproveitou a oportunidade e encaminhou dois importantes projetos para o sub secretário de desenvolvimento rural  sobre o crédito fundiário que moradores da região de santa Maria, próximos a Ponte firme serão beneficiados em breve.

Para o coordenador geral do acesso a terra Carlos Everardo, o objetivo da visita é esclarecer a respeito da lei 13. 606, e também da reformulação do aprimoramento do novo crédito fundiário, devido alguns agricultores estão em divida ativa com a união, eles terão 85% de rebate para liquidação e terão um prazo de até 27 de dezembro, regularizando, eles poderão adquirir suas escrituras de forma individualizada, recebendo assim o titulo da terra.

O sub secretário Marcelo Martins declarou na reunião que esse beneficio está vindo para o município que se  trata da quitação das dividas de financiamentos  rurais que podem ser executada através da lei 13.606 .

Segundo o Sub Secretário  a lei permite a quitação da compra da terra, específico da associação de bananeira, a 16 anos um grupo de produtores financiou a terra não conseguindo quitar as parcelas já vencidas que estão hoje na divida ativa da união.

Associação deve levantar o valor real das dividas do Pronaf, que foi feito junto com a compra da terra, as duas dividas somam mais de 2 milhões de reais ,com esse beneficio da lei,será emitido um boleto, uma divida que fica em torno de 22 mil reais por família, após a quitação os proprietários poderão fazer o geo. referenciamento, levando ao cartório, a associação poderá apontar quem são os reais donos e as escrituras serão repassadas.

O Prefeito disse que se depender da administração vai trabalhar de maneira que facilite a questão de melhorias, colaborando para conseguir verbas e repasses por parte da prefeitura, que a partir do momento que a associação tenha a propriedade e  titularidade da terra ela passa a ter acesso a uma série de benefícios tanto por parte da município tanto a nível federal e estadual e que a prefeitura manifesta a intenção de colaborar com todas as associações que estejam  regulares que através da secretaria de agricultura que estará a disposição.

 

Por Aldieres Brito

As 7 Melhores

CURTA NOSSA FANPAGE

Programa Terceira Hora